Ricardo Bacelar

Ao vivo no Rio

Ricardo Bacelar lança seu quarto álbum - ao vivo no rio.

 
 
O pianista, compositor e arranjador brasileiro Ricardo Bacelar lança o seu quarto álbum, intitulado “Ricardo Bacelar – Ao vivo no Rio”. O disco traz repertório de música brasileira e jazz, e foi gravado em maio de 2018, no Rio de Janeiro, em um concerto no Blue Note Rio, durante a tour de seu mais recente trabalho, “Sebastiana”. Ricardo toca piano e teclados, canta e vem acompanhado de um time de grandes músicos brasileiros: João Castilho na guitarra, Danilo Sina no sax e flauta, Renato Endrigo na bateria, Alexandre Katatau no contrabaixo e André Siqueira na percussão.
 
Vídeos
Para Ricardo, que assina a produção do álbum, o momento de isolamento vem acompanhado de múltiplas experiências. “A música é veículo fundamental de percepção, conexão e construção de perspectivas que trazem significados aos acontecimentos, nos planos pessoal, espiritual e emocional. Sem a arte e a abstração, a vida não faz sentido”, afirma.

O repertório é um recorte de seus discos anteriores, em versão ao vivo. Traz uma composição de Ricardo Bacelar e Cesar Lemos, “Sernambetiba 1992”, e grandes autores: Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Pat Metheny, Chick Corea, Horace Silver, Gilberto Gil, Moacir Santos, Flora Purim, Benny Golson e outros. Faz releituras de “Toda Menina Baiana”, “Nanã” e “Partido Alto”. A atmosfera do disco captura a ambiência sonora do clube de jazz e a energia da performance ao vivo.
 
 
Valorizar os signos da música brasileira com acento jazzístico tem sido tendência nos trabalhos de Ricardo Bacelar. Tem levado para o mercado internacional a sonoridade do Brasil misturada à improvisação do jazz e à música instrumental. Seu álbum anterior, “Sebastiana”, esteve entre os 50 discos mais executados nas rádios de jazz norte-americanas, em um período de 2018, segundo o ranking do Jazz Chart.


 
“Ricardo Bacelar – Ao vivo no Rio” é seu quarto álbum solo. O primeiro disco, “in natura”, é autoral com ênfase no piano acústico e com participações de Frejat e Belchior, este último parceiro de Ricardo Bacelar em “Vício Elegante”, lançado em um single em 2018. O segundo álbum é “Concerto para Moviola”, também gravado ao vivo em um festival de jazz. O terceiro disco, “Sebastiana”, foi gravado e mixado nos Estados Unidos, no lendário estúdio Criteria - Hit Factory com músicos latino-americanos. Ricardo Bacelar foi integrante do grupo brasileiro Hanoi Hanoi, com amplo sucesso comercial e seus discos solo foram distribuídos nos Estados Unidos, Europa, América Latina e Japão, com expressivas performances de execução de rádio e imprensa.
 

AO VIVO NO RIO MP3 (Download)

REPERTÓRIO
1 - Killer Joe (Benny Golson)
2 - Toda Menina Baiana (Gilberto Gil)
3 - Senõr Blues (Horace Silver)
4 - Partido Alto (Flora Purim, Alex Malheiros e José Roberto Bertrami)
5 - Nanã (Moacir Santos e Mário Telles)
6 - So May it Secretly Begin (Pat Metheny)
7 - Água de Beber (Tom Jobim e Vinícius de Moraes)
8 - Sernambetiba, 1992 (Ricardo Bacelar e Cesar Lemos)
9 - Blue Miles (Chick Corea)


Imprensa Brasil – Ciranda Comunicação
Imprensa Estados Unidos – Rick Scott
Rádio Estados Unidos – Neal Sapper
Marketing Estados Unidos – Scott Adams
Imprensa e rádio Japão – Marcus Ramos
 

Fotos (Download)
Vinicius Giffone